fbpx

cases de sucesso – RAFAEL MELLO

A concessão da cidadania portuguesa pela via sefardita exige profissionais qualificados

A conquista do passaporte europeu foi bastante conturbada para o cearense Rafael Mello. Em 2017, ele contratou um escritório de despachantes para dar entrada no processo de cidadania portuguesa pela via sefardita e enfrentou diversos problemas como a perda de prazos e a falta de clareza. “Por pouco não tive o meu processo arquivado e, por isso, eu mesmo comecei a acompanhá-lo”, conta.

Foi nesse período que Rafael conheceu a Martins Castro Consultoria Internacional que o orientou nos procedimentos finais do processo. Hoje, já cidadão português, vive e trabalha em Lisboa. Feliz com o resultado, o cearense indicou a Martins Castro para a família: “Atualmente é a Martins Castro que cuida do processo dos meus tios e do meu pai.”

Renato Martins, advogado e sócio da Martins Castro faz um alerta: “A lei estabelece requisitos para a concessão da cidadania portuguesa por meio dos judeus sefarditas e o advogado é o profissional qualificado para atuar nesse tipo de processo. Diferente do despachante, que não possui habilitação legal e não conhece os trâmites legais.”

RESPONDA AO FORMULÁRIO DE PRÉ-ANÁLISE GENEALÓGICA!